Não Mate o Seu Pior Inimigo

Se gostou partilhe... Os seus Amigos agradecem!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someonePrint this page

Não Mate o Seu Pior Inimigo!!

Não Mate o Seu Pior Inimigo??

Nem consigo imaginar o que vai na cabeça de cada uma das pessoas que está a ler as primeiras palavras deste texto!

Para começar, “Matar” é uma palavra muito forte… E horrível…

Pois é, concordo inteiramente com cada um de vocês!

“Matar” é algo que pura e simplesmente não se faz, e pronto!

Mesmo que seja só “importunar”, mesmo que seja ao nosso pior inimigo.

É uma atitude pouco digna, para além de que é dar demasiada importância ao inimigo!

Agora, acredito, que já está a concordar comigo. Certo?

Gastar energia a incomodar o inimigo é um desperdício e é valorizar quem não merece. Certo?

Certo! Eu também concordo!

No entanto… Continuo a afirmar: “Não Mate o Seu Pior Inimigo!!”.

Afinal em que ficamos, damos ou não damos, importância aos inimigos?!

A minha ideia lava-me a duas respostas, simples e muito claras: Não & Sim!

Não dê importância aos seus inimigos! Ignore por completo os seus Inimigos! Só lhe esgotam a energia…

Sim, dê importância ao Seu Pior Inimigo! Dê Toda a Atenção do Mundo ao Seu Pior Inimigo, para que o consiga Antecipar e Vencer.

Parece complicado, mas acredite que não é.

Há que simplificar e não complicar o que é simples, e neste caso, só é preciso identificar quem é o “Seu Pior Inimigo”.

O “Pior Inimigo” de cada um de nós!

É verdade, cada um de nós tem um “Pior Inimigo” específico!

Também me custou a chegar a esta conclusão… Mas, quando percebi, ficou tudo muito mais simples. E também percebi que o melhor, é aceitá-lo, e o mais rápido possível! Dói menos e resolve muita coisa!

OuMata” o Seu Pior Inimigo ou é o seu Inimigo que o “Mata” a Si, Aniquilando a sua Vontade e os Seus Sonhos!

O quê???

Se tivesse uma plateia à minha frente neste momento, acredito já todos estariam a sorrir, a abanar a cabeça e a pensar… Enlouqueceu de vez!

Até consigo visualizar a agitação nas cadeiras.

Afinal de contas o que fazer com o inimigo? É para aniquilar ou não?…

Raciocine comigo e vai ver que vamos chegar à mesma conclusão!

Imagine as seguintes situações:

 

  • Chefe pede tarefa super-trabalhosa

 

Para quem está integrado no atual panorama do mundo do trabalho laboral, quantas vezes não foi já confrontado pelas hierarquias para executar tarefas, que para além de complicadas, são pedidas em prazos super curtos.

O célebre pedido para ontem!

E daí surge o dilema… Se não faço, sou visto como incompetente e posso ser até despedido… Se faço, então é porque é possível e para a próxima acabam por “pedir” mais e mais…

 

  • Tenho um prato saudável e um prato muito apetitoso?

 

A comida!!!

A comida… Aquele elemento fundamental para a nossa sobrevivência e que nos leva a ter momentos de dilema…

Nem sempre aquilo que nos apetece e os olhos cobiçam é o que o nosso corpo necessita para nos mantermos saudáveis.

Se comemos o que nos apetece, sem regras nem filtros, podemos pôr em causa a nossa saúde…

Se só comermos o que nos faz bem ao bem-estar físico, podemos abalar a estabilidade emocional…

 

  • Vou pelas escadas ou elevador?

 

O corpo não se alimenta só de comida, também precisa de movimento, mas…

O cansaço é tanto… Estou com tanta pressa… Agora vou de elevador, para a próxima vou pelas escadas!…

Nada melhor que subir e descer escadas para fazer exercício e para além disso poupa-se na energia elétrica e ajuda-se o planeta, mas também se andar de elevador de vez em quando, não deve fazer assim tão mal…

 

  • Estudar para o exame ou ir ao cinema?

 

Normalmente a idade escolar, não é propriamente aquela que em nos apeteça deixar a diversão para trás, mas é o momento em que se tem de tomar decisões para a vida e isso tem por trás os alicerces da educação.

De qualquer modo, não deixa de ter de haver uma necessidade de escolha, pois é difícil e nem todos conseguem coordenar e fazer coexistir a diversão e o prazer.

Esta é uma escolha que obriga a um grande sentido de responsabilidade e estabelecimento de prioridades.

 

  • Fazer o que quer ou o que os outros querem?

 

Num mundo utópico, seria perfeitamente natural só fazer o que nos apetecesse sem consequências. Os resultados seriam sempre os pretendidos e não haveriam conflitos.

No mundo real as pessoas nem sempre conseguem fazer o que querem. Há todo um conjunto de barreiras, as quais é preciso encarar e ter a vontade de ultrapassar! O que me fez acrescentar o ponto seguinte…

 

  • Vencer os medos ou estagnar?

 

Correndo o risco de me repetir e reforçando o que acabou de ser dito… No mundo em que vivemos estamos rodeados por inúmeras situações que nos condicionam, mas cabe-nos a nós fazer a escolha, se nos deixamos condicionar ou não.

Aquilo que nos condiciona provoca-nos medos. Uns mais marcantes que outros.

Quando nos deixamos influenciar por esses receios, deixamos de ver os nossos sonhos, permitindo que se desvaneçam, ficando parado, estagnado e sem vontade de avançar.

Isto é o que acontece quando deixamos que os nossos medos sejam mais fortes que nós.

Fazer ou não fazer, a decisão é sempre nossa! E temos de arcar com as consequências!

Já está a ver quem é o seu pior inimigo? Pois é!…

Não Mate o Seu Pior Inimigo, porque na realidade é o seu Único Amigo!

A pessoa do Seu Pior Inimigo… É Você!!!! Por isso “Não Mate o Seu Pior Inimigo”!

É verdade!

Você é a única pessoa que pode tomar decisões sobre Si!

Você é o seu Único Inimigo!

Não deixe que se manifeste e destrua os seus sonhos, faça-lhe frente, tome as suas decisões e siga em frente sem medos nem receios!

O resultado é sempre positivo, já que como costumo dizer, o “Não” está garantido, tudo o resto é lucro!

Por muito que lhe possa custar, está inteiramente na sua mão, alcançar o que quer.

É claro que dá trabalho! Claro que dá, mas o resultado supera todo o cansaço.

E por isso que costumo dizer que a Sorte, dá trabalho! Normalmente, dá muito Trabalho!

Não deixe que dificuldades, contrariedades ou medos, lhe roubem os seus sonhos.

Foque-se no seu objetivo (enfrente e ignore, mas Não Mate O Seu Pior Inimigo) e vá em frente!

Qualquer que seja a Sua Decisão, é a Sua, e as Consequências Também.

Decida e Faça o que for Melhor para Si!

Eu também já Decidi!

Até Breve.

Maria H. Correia

www.MariaHCorreia.com

Se gostou partilhe... Os seus Amigos agradecem!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someonePrint this page

eBook Grátis...

Maria H. Correia

Empreendedora na área de Internet Marketing e Marketing de Rede, que pretende ajudar pessoas a cuidarem de Si e a alcançar o Sucesso com as mesmas ferramentas.

Website: http://www.MariaHCorreia.biz

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *