O mito da eletricidade cara !

Partilha? Obrigado!Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on RedditShare on TumblrEmail this to someone

Somos frequentemente confrontados com o “facto” de pagarmos muito pela eletricidade, ou seja, de em Portugal termos um preço de eletricidade muito mais alto, que nos outros países !
O problema é que isto é apenas a meia verdade. Quando comparamos o verdadeiro custo da eletricidade da companhia elétrica, ou seja por exemplo a EDP com um custo de 0,14 Euros por kW, então este valor é significativamente mais baixo do que o preço médio da eletricidade na Alemanha, por exemplo (0,26 Euros por kW).

E se estes valores são reais, então como é que as pessoas se queixam tanto cá em Portugal ? A resposta é simples : refere-se aos custos fixos que os consumidores são obrigados a pagar pelo contador e a existência do serviço. Em Portugal temos que pagar uma mensalidade fixa (com várias taxas embutidas), que varia consoante a potência contratada…
E é aqui, que acontece a magia da irracionalidade… É que, como existe um custo fixo muito elevado, o preço médio que efectivamente se paga por kW acaba por ser muito caro. Mesmo quando a Iberdrola cobra apenas 0,126kW por cada kW, quando se soma o custo fixo do contador e o IVA a 23%, então esse valor dispara para valores totais mais altos do que aqueles que se pagam na Alemanha e em outros países!

O que as pessoas se esquecem, é que o custo fixo é relativo, no valor final. Quando o consumo de eletricidade é baixo, então o custo fixo é relativamente alto e faz disparar o preço final que se paga por cada kW. No entanto, quando alguém tem um ELEVADO CONSUMO DE ELETRICIDADE, então o custo fixo por cada kW acaba por ser relativamente mais baixo !

Considerando estes factos, não existe nada mais errado, do que tentar reduzir o consumo da eletricidade, em detrimento de outras fontes de energia, como gás, gasoleo, etc.
É que ninguém consegue ter hoje em dia uma casa, sem eletricidade, o que quer dizer, que o contador vai ser sempre pago. Em contrapartida, podemos evitar a existência de gás e outros.

Quem opta, por ter tudo elétrico em casa, e com isso, passa a ter um maior consumo de eletricidade, acaba por ficar beneficiado na conta da luz. É que o custo relativo do kW acaba por baixar significativamente.
Utilizando equipamentos modernos, que assim como assim já gastam muito pouca eletricidade, como por exemplo os radiadores da Duotherm, os esquentadores elétricos da Clage, o piso radiante da Soluft ou os aquecedores por infravermelhos da Solamagic, então o uso destes equipamentos, no final de contas significa uma redução do preço da eletricidade consumida, ou seja, um menor custo final !
Pense nisso !

Partilha? Obrigado!Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on RedditShare on TumblrEmail this to someone