Inadequação nas redes sociais

Muitas vezes, parece que o sentimento de inadequação é recorrente na espécie humana, sobretudo hoje em dia. É normal nos sentimos meio que por baixo, auto-estima meio baixa, e aí de repente olhamos para o lado e parece ter alguém inabalável, com a confiança na estratosfera. Muito embora existam realmente pessoas mais confiantes e com uma auto-estima melhor o mais interessante sobre esse tipo de pessoas é que elas não são exibicionistas, pelo contrário, tem uma confiança calma e não precisam reforçar nem as suas características e nem suas posses.

happy-sad-faces

É importante fazermos uma ressalva, a nossa percepção é diferente, e bastante diferente do que é a realidade, em primeiro lugar porque enxergamos as situações de um ângulo que tende a ser bastante unilateral, e segundo porque as informações que chegam até nós são sempre muito maquiadas. A exemplo estão as redes sociais, o que é monótono e enfadonho, nunca está por lá. Ao contrário disso, aventuras, sorrisos, viagens, jantares sofisticados, relacionamentos harmoniosos estão sempre em pauta o tempo todo.

Não é raro conhecer casais que vivem em clima de guerra fora das redes sociais, mas nas fotos nas redes são apenas sorrisos. Então, entramos nós, olhamos tudo isso e ficamos com um sentimento de que algo está de errado com as nossas vidas.

Será mesmo? Será que as pessoas são muito mais felizes e mais realizadoras do que nós? Ou será que as redes sociais são uma realidade completamente distorcida e descolada do que realmente acontece por aí. A resposta é a segunda.  A verdade é que estamos todos no mesmo barco, e os problemas que nos afligem, afligem a grande maioria, medos, frustrações, mau humor e dar com o dedo mindinho na quina do móvel.

Problemas podem trazer algo de bom?

É como dizia o velho ditado popular: ” Mar calmo nunca fez bom marinheiro.”. Muitas vezes nos encontramos sem perspectivas positivas diante da vida, então nos vêm um desânimo, uma angústia. Contudo, por incrível que pareça podemos usar os nossos problemas como trampolim para ir mais longe, quando um problema surge somos obrigados a criar uma forma de vencê-lo e isso quer dizer que o problema acaba sendo uma coisa muito útil na nossa evolução como seres e no nosso desenvolvimento pessoal.

ship_in_storm_by_zwaggy-d5c0746

É normal sentir-se muito abatido quando surge um grande problema, e a vida é assim mesmo. O problema acaba nem sendo o problema em si, mas como o encaramos.

Muitas vezes para podermos arrumar a nossa vida, é preciso bagunçar, antes de melhorar pode piorar e muito. Para que tenham flores é necessário a chuva, não há nada de errado em ter problemas, mas o que estamos fazendo com eles? Os problemas podem se tornar nossos aliados, se nossa saúde não está boa, isso pode se tornar um impulso forte o bastante para que tenhamos hábitos mais saudáveis, se a crise econômica bate à nossa porta, talvez seja hora de usarmos a nossa criatividade e pensar em um plano B. Por mais doloroso que seja, temos que aprender a tirar lição até mesmo do mais amargo dos remédios.

A partir do momento que saímos do útero materno, passamos a sentir frio, calor, fome, sede, desconfortos e essa batalha homeostática é um prólogo do que está por vir, frustrações acontecerão certamente, como responderemos à elas?

Os problemas nos provam que somos capazes de ir adiante, nos engrandecem e nos tornam cada vez mais preparados para a jornada da vida. Encare os problemas como circunstâncias a serem transpassadas e verá o quão forte você realmente pode ser.