O que realmente importa?

Perguntaram certa vez ao Dalai Lama o que mais lhe surpreendia na humanidade, e ele respondeu:

– “Os homens… Porque perdem a saúde para juntar dinheiro, depois perdem dinheiro para recuperar a saúde. E por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem do presente de tal forma que acabam por não viver nem o presente nem o futuro. E vivem como se nunca fossem morrer… e morrem como se nunca tivessem vivido.”

Provavelmente você já tenha lido ou ouvido essa frase, mas o que podemos aprender com ela?

Que a vida é curta demais para nos preocuparmos com certas coisas, a vida é curta demais para vivermos ressentidos pelo passado. Não importa os nossos sentimentos sobre o que já passou, o passado é simplesmente imutável. E quanto ao futuro? Da mesma forma, o futuro sequer existe para que gastemos muitas vezes uma quantidade tão grande de energia nos preocupando obsessivamente.

Sabe qual o principal arrependimento que as pessoas tem no seu leito de morte?

Não ter tido a coragem de viver a  vida delas de acordo com o que elas pensavam, enquanto viveram a vida que os outros esperavam  que elas vivessem.

vida

Embora pareça tão básico, será que vivemos de acordo com o que gostaríamos de viver? Ou somos simplesmente pegos de surpresa e quando menos notamos já estamos agindo no “piloto automático” fazendo compras para impressionar pessoas, comprando produtos que não precisamos, esquecendo da nossa saúde emocional e trabalhando realmente como se nunca fossemos morrer?

Na verdade, a vida de aparências nos custa caro demais, e o preço é algo que nunca conseguiremos ter de volta. Esse preço se chama tempo. Nada contra você comprar o carro que você deseja, desde que seja o carro que você deseja.

Muitos aspiram uma vida de luxo e ostentação e quando chegam lá, simplesmente não encontram a felicidade. A felicidade é a viagem e não o destino final.   Viva de acordo com os seus próprios valores, é o melhor jeito de viver mais plenamente.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>