Cozinhar bem e Depressa e da Cozinha à Mesa

Cozinhar bem e Depressa não é necessariamente uma questão de talento ou de uma técnica inacessível.

Fundamental é o Planeamento !

CHEF-EM-SUA-CASAPara Cozinhar bem e depressa precisa de uma honesta dose de sã gulodice, um ramo de imaginação, alguma atenção, conhecimento de regras básicas de organização e claro … uma boa receita.

Esta regra aplica-se não só à cozinha do dia-a-dia, mas também à preparação de ocasiões especiais.

Pode cozinhar bem e depressa num jantar formal ou numa comemoração mais íntima, saiba como usufruir calmamente desses momentos com os seus convidados. É que ser anfitrião deve ser acima de tudo um prazer !

SABER COMPRAR

Tão importante como saber cozinhar, comprar bem pressupõe um principio fundamental: Organização. Pode também rentabilizar o seu tempo, optando por fazer as compras perto de si e em lojas que lhe ofereçam os requisitos necessários. Tais como:

  1. Comece por identificar o que necessita e confirme que não duplica as compras ou seja o que tem na sua dispensa não deve acumular.
  2. Agrupe os diferentes tipos de produtos a comprar, de forma a seleccioná-los mais rapidamente e tambem a facilitar a sua arrumação.
  3. Deve ter sempre em stock os produtos essenciais, ou os chamados de Uso Frequente: ex: arroz; massas;leite; sal; café; manteiga,… Os de Recursos Versáteis: ex: (ultra-congelados) peixe; mariscos; legumes; frutos; gelados,etc…; também deve ter algumas latas de conserva; molhos variados; mostardas; ervas aromáticas; especiarias; leite de coco; leite condensado; compotas; bolachas; biscoitos; massa folhada; massa quebrada; diversos tipos de queijo; patês embalados, etc …
  4. Na compra de produtos frescos deve usar os seus sentidos para os escolher. Seja flexível e compre produtos que pareçam ser mais viscosos e atraentes.
  5. Aposte na rentabilização quando encontrar produtos de excelente qualidade, e a preços convidativos. Se adquirir maior quantidade, poderá sempre preparar diferentes pratos com uma mesma base ou se desejar fazer um maior número de doses e congelá-las.

SABER CONSERVAR

Convém ter sempre em casa e ao dispor uma grande quantidade de alimentos e sabores.

É bom saber que quantidades deve comprar e como conservar evitando o desperdício.

Aprender a preparar algumas receitas base, que uma vez congeladas em pequenas doses, deverão servir para confeccionar diversos pratos, poupando assim imenso tempo no dia-a-dia.

Deve dominar plenamente a arte de planear e conservar o stock de alimentos certo para ter em casa, é algo que de facto requer experiência, prática e alguns conhecimentos técnicos.

A CORRECTA UTILIZAÇÃO DO FRIO

cozinha

 

O frio de uma geladeira ou de um freezer é muito diferente.

Na geladeira comum a temperatura desce até -18º o que não permite o congelamento correto. Só serve para conservar produtos ( ex: legumes; hamburgers; pizzas;, etc).

O freezer ou congelador é aquele cuja temperatura desce até – 20º ou -25º, normalmente é assinalados com 4 estrelas. Só este permite uma congelação caseira de qualquer alimento.

TEMPERATURAS ACONSELHÁVEIS PARA CONSERVAÇÃO DE ALGUNS ALIMENTOS

 Tabela

REFRIGERAÇÃO NA GELADEIRA ( FRIGORÍFICO)

A temperatura correta da geladeira oscila entre 1 a 4ºC e deve ser controlada periodicamente pelo termómetro.

Para além da temperatura, a humidade existente é fundamental. Se o ambiente estiver muito seco, os vegetais podem murchar. Se a humidade for excessiva, podem desenvolver-se bolores.

NOTA: A vida do alimento na geladeira é limitada e quanto mais tempo lá permanecer mais curta será a sua vida quando a retirar.

Regra: Os iogurtes e a manteiga deverão ser guardados isolados de outros alimentos com odores fortes, já que facilmente os poderão absorver.

As verduras normalmente têm terra ou parasitas, por isso deve proceder à sua limpeza, antes de a armazenar, para evitar contaminação da geladeira.

Carne Picada pode provocar consequências perigosas, já que introduz em profundidade germes de superfície. Assim, pique-a em casa, mesmo antes da sua confecção. Nunca congele carne picada e não a deixe na geladeira mais de 2 horas.

Se deseja proceder à congelação de legumes ou verduras caseiras, deve realizar uma lavagem em água a ferver e agitar durante 1 a 4 minutos.

Para congelar o Pão de forma, o ideal é embrulhá-lo ainda morno e congelá-lo de imediato.

VAMOS COZINHAR

 

Escolhemos para Hoje, receita para 2 pessoas:

                                                  Lombos de Bacalhau Crocante com Ervilhas

 

 Lombos de Bacalhau Crocante com Ervilhas à Inglesa

Ingredientes:

2 – Lombos de Bacalhau

3 – Fatias de Broa de milho

100 gr – de tomate seco, em azeite escorrido

200 gr – de ervilhas congeladas

1  – Cebola pequena

1 – Colher de chá de grãos de mostarda

q.b. – de Hortelã

2 – colheres de sopa de vinagre de sidra

q.b. – de pimenta preta

q.b. – sal

q.b. – azeite

COMO FAZER

  1. Retire a côdea às fatias de broa e parta-as em pedaços. Numa picadora, pique a broa juntamente com o tomate seco e um pouco de azeite. Tempere com sal e pimenta a gosto.
  2. Coloque os lombos de bacalhau num tabuleiro de ir ao forno, untando com azeite. Forme uma camada de preparado de broa em cima de cada lombo. Leve ao forno, pré-aquecido a 180ºC, durante cerca de 20 a 30 minutos ou até o bacalhau estar cozinhado e a crosta dourada.
  3. Frite os grãos da mostarda em azeite até os grãos estalarem (tipo pipoca). Acrescente a cebola picada e deixe refogar até esta ficar translúcida. Adicione as ervilhas, o vinagre e a hortelã picada. Deixe suar até as ervilhas estarem cozinhadas. Tempere com sal e pimenta a gosto. Sirva os lombos de bacalhau acompanhado das ervilhas.

  4.        BOM APETITE            azeite de oliva

Baixe o Seu Ebook Grátis...

Joel Gonçalves

Empreendedor online, apaixonado por tecnologia e por ajudar as pessoas a conquistar o sucesso.

Website: http://virtualmarketingpro.com/c/?aid=5190

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *