Fitness – O meu Ínicio

Fitness – O meu ÍnicioScanner_20151203

Ao longo da minha vida sempre gostei de desporto, o Fitness faz parte da minha vida, e quando falo de desporto falo na sua pratica. Não sou desportista de bancada. Não gosto de ir a um estádio, a um pavilhão para ver uma actividade, ainda que me agrade ver: rugby, basquetebol, Judo e outros desportos. Mas também nunca fui um entusiasta de ganhar medalhas. Gosto de Fitness pelo Fitness. Pelo prazer de fazer e me sentir bem.

Mas no conforto da minha casa.

Tenham em atenção que já fiz 76 anos e apesar de toda a minha boa vontade tenho por vezes quebras de vontade para fazer aquilo que sei que devo fazer. Estou a tornar-me preguiçoso ? Talvez… mas quando isso acontece e recomeço sinto que não posso parar de fazer qualquer coisa, que me obrigue a mexer: andar (já pouco corro, pois contraí muitas lesões ao longo da minha vida desportiva), exercícios de mãos livres, exercícios com pesos…e atribuo a isso o facto de não ter necessidade de tomar quaisquer medicamentos. O exercício físico, ligado a uma boa alimentação (mesmo com os suplementos certos – de qualidade..), ajudam o nosso sistema imunitário a defender-se dos ataques dos Radicais Livres. Mais tarde irei falar sobre os alimentos e suplementos antioxidantes que nos ajudam. O exercício físico hoje confunde-se com Fitness, são formas de expressão, mas a intenção é a mesma.

Sinto-me bem quando faço esforço físico.

A fotografia acima foi tirada quando tinha 19 anos (Abril de 1958). Já fazia algum desporto (remo, boxe, andebol, caça submarina, entre outros), pelo que se nota alguma estrutura muscular, apesar de ser magro. Pesava menos de 65 quilos, para 1,65 mts. de altura. Sou baixo e tinha naquela altura uns 33 cms de volume de braço.

Durante algum tempo os meus treinos eram feitos com mãos livres, uma botija de gás e um extensor feito por mim com dois bocados de pau de vassoura e umas tiras de câmara de pneu de automóvel e muitos abdominais.

Nesse tempo o dinheiro não abundava, não havia ginásios e os nossos equipamentos de andebol eram pagos por nós e feitos dum modo geral pelas nossas mães. Era um mundo muito diferente de hoje. Quem gostava de exercício físico tinha de se sacrificar, pois as famílias eram pobres e não havia, ou havia pouco equipamento para se comprar e era caro para o tempo. Mesmo assim aos 17 anos consegui ter uma espingarda de caça submarina, visor e tubo de respiração e barbatanas. Foi fantástico para mim. adorei o mergulho…

Quando andava no remo, havia um “senhor” ( e digo assim pois era mais velho que eu vários anos) que já treinava com pesos e tinha um extensor de elásticos (daí a minha ideia de fazer um com as câmaras de ar), e vê-lo treinar foi muito importante para mim. Ele já nessa altura tinha um físico imponente, magro mas muito musculado.

Então falei com o meu pai, como é que poderíamos ter uns pesos. Ele em conversa com um pedreiro (pedreiro sim!!!), decidiram fazer uns pesos em cimento armado. Disse do que necessitava: 4 discos de 1/2 quilo, 4 discos de 1 quilo, 4 discos de 2 quilos, 4 disco de 5 quilos e 2 discos de 10 quilos. Isso era o Fitness daqueles tempos.

Bom quando recebi o “material”, nem queiram saber o meu espanto. Comparativamente com os discos que via o tal “senhor” treinar estes em cimento eram monstruosos. O Disco de 1/2 quilo teria uns 15 centímetros de diâmetro, e o de 10 quilos uns 7 centímetros de espessura e uns 40 centímetros de diâmetro. Juntamente com uma barra de 1,5 metros de construção civil e duas de 40 cm (alteres), fiquei com o equipamento completo para treinar. Infelizmente não tenho fotos desse “equipamento”.

Mais tarde um Carpinteiro (escrevo com letra maiúscula pois era um verdadeiro Carpinteiro), fez-me um banco de musculação para treino de peito, braços…O material e a forma como foi feito é uma obra de arte. Ainda hoje é o meu banco preferido para treinar. Foi feito em madeira já lá vão…57 anos é está impecável, nele tem treinado: eu, a minha esposa e meus filhos (os meus filhos foram campeões Nacionais de Judo várias vezes).

E foi assim que me iniciei na musculação. como se diz hoje. A fotografia acima é algum resultado disso.

Mais tarde comecei a treinar com esse tal “senhor” de nome Ricardo Cagíca, que considero ter sido um dos meus melhores amigos. Um grande Abraço para ele.

O meu material foi dado a um jovem de que não me lembro o nome. Eu estava por esse tempo no serviço militar, e como já utilizava os pesos em ferro, foi com certeza óptimo ter contribuído para mais um atleta. Não sei quais foram os resultados dele. Mas espero que se tenha divertido muito tal como eu me diverti.

Por hoje fico por aqui, no próximo capítulo iram ver a minha foto tirada um ano depois.

A minha mensagem de hoje é:

Marque os seus Objectivos, Planei a execução dos mesmos e vá melhorando a forma de os executar para conseguir alcançá-los. Quando os alcançar marque Novos Objectivos…e não desista de os concretizar.

Os seus Objectivos podem ser de cariz Físico ou Profissional de qualquer natureza.

Para saber mais sobre como conseguir os seus Objectivos clique

Aqui

João Ludovino

Skype: jofirulu39

www.workon-line.com

Baixe Seu Ebook Grátis..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *